Davi Faidiga, 13 anos, conquistou dois ouros na competição e segue firme nas braçadas na piscina

O esporte sempre fez parte da vida de Davi Faidiga Rodrigues. De início, apenas por diversão e, atualmente, como atleta de natação da Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA). Seu pai Gustavo Teixeira Rodrigues foi atleta de polo aquático e fez questão de passar ao filho esse amor pelo esporte. No ano passado, Davi começou a praticar natação na ABDA, e a disciplina e dedicação acabaram transcendendo a piscina na vida do garoto de 13 anos.

Recentemente, o estudante do 8º ano do ensino fundamental do Colégio COC Rembrandt conquistou duas medalhas de ouro na educação. Davi foi medalhista nas edições 2020 e 2021 da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), uma competição de conhecimento cujo objetivo principal é difundir e fomentar o interesse dos jovens por essa área. “Ele sempre fez esporte e nós sempre incentivamos muito o Davi. Sobre as medalhas escolares, acho esse tipo de incentivo muito importante, se torna um combustível excelente para continuar sua jornada”, afirma o pai.

Além de aguardar a entrega da recém-conquistada medalha de ouro na OBA, este ano, Davi ainda participa da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que também conta com participação de alunos de escolas particulares. “Ele passou para a segunda fase dessa competição nacional de matemática, que será em novembro. O resultado sairá no ano que vem”, conta Gustavo, orgulhoso.

+ Leia mais: Atleta da ABDA leva 2 bronzes na Olimpíada Canguru de Matemática

+ Leia mais: Atleta de polo aquático da ABDA é prata na Olimpíada Nacional de Ciências

+ Leia mais: Atleta da ABDA é campeão dentro e fora da piscina

Esporte e educação – Davi Faidiga organiza bem o seu dia, dedicando momentos para o esporte e para os estudos. “A conciliação entre as duas coisas veio de maneira natural. No começo, eu treinava apenas uma hora por dia, depois fui aprimorando, mas sabendo ser mais produtivo no tempo de estudos também”, relata o atleta.

O próprio Davi destaca a importância da mistura de esporte e educação, muito incentivada na ABDA. “A prática do esporte é muito positiva para o bom desenvolvimento intelectual de uma criança porque a gente esquece todos os problemas, ficamos com a mente limpa por um bom tempo, é como que um refúgio”, explica.

Na natação, Davi está na categoria infantil 2 e se dedica em busca de índice para começar a participar de campeonatos. “Como sou novato na natação, ainda não tive chance de participar de muitas competições. Mas, gosto muito de nadar o estilo craw”, conta o atleta.

+ Leia mais: Pesquisa com atletas da ABDA comprova poder transformador do esporte

+ Leia mais:  ABDA vale a pena: esporte e educação são fórmula do sucesso

+ Leia mais:  ABDA tem 5 novos projetos aprovados para patrocínio

Inteligente, o atleta já planeja o seu futuro. “Meu sonho é conseguir uma vaga em uma faculdade no Exterior. Vi que as olimpíadas seriam uma boa para mim, pois as universidades lá fora reconhecem muito esses esforços acadêmicos. Se eu continuar indo bem na OBA, ano que vem tenho chance de participar de uma seletiva internacional e, com isso, vou ter um crédito muito maior”, afirma.

Independente dos rumos que o nosso atleta tomar no futuro, o importante é a bagagem de valores que, certamente, o esporte e a educação terão alicerçado em sua vida, sempre seguindo os lemas da ABDA: HUMILDADE, PERSISTÊNCIA e FÉ.

davi faidiga_destacada