Além das conquistas individuais em competições estaduais, nacionais e internacionais, equipe mostrou grande evolução

O atletismo da Associação Brasileira de Desportes Aquáticos (ABDA) teve um ano repleto de conquistas e evolução da equipe em 2019. Com forte espírito de equipe, os atletas conseguiram bons resultados em competições locais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais.

Internacional – Em maio, Cleverson Júnior foi medalha de ouro nos 400 metros do GP Sul-Americano do Paraguai, sagrando-se bicampeão da prova já conquistada no ano anterior. Bruna Torquetti garantiu medalha de prata nos 100 metros na mesma competição.

Atleta Jeovana Fernanda no Campeonato Sul-Americano de Cross Country

Jeovana Fernanda no Campeonato Sul-Americano de Cross Country; atleta se destacou nesse tipo de prova em 2019

Em junho, Jeovana Fernanda Santos conquistou medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano Sub-20 nos 3.000 metros com obstáculos. A atleta também ficou em 4º lugar no Campeonato Sul-Americano de Cross Country, no Equador, em fevereiro, e participou do Campeonato Mundial de Cross Country, na Dinamarca, em março. Tatiana Morais foi a 9ª colocada na Copa Pan-Americana de Marcha Atlética, em abril.

Em dezembro, a atleta Isabelly Cristina Ramos participou dos Jogos Sul-Americanos Escolares, no Paraguai, em sua primeira convocação para representar o Brasil.

Tatiana Morais conquistou medalha de prata na Copa do Brasil nos 10km marcha atlética

Tatiana Morais conquistou medalha de prata na Copa do Brasil nos 10km marcha atlética

Nacional – Em março, Tatiana Morais foi medalha de prata na Copa do Brasil nos 10km marcha atlética. A atleta ainda conquistou medalha de bronze nos 10.000 metros marcha atlética no Campeonato Brasileiro Sub-20. Em abril, a atleta Ana Cecília de Oliveira foi ouro nos 200 metros do Campeonato Brasileiro Escolar.

Em maio, Jeovana Fernanda conquistou medalha de ouro nos 5.000 metros no Campeonato Brasileiro Sub-20. A atleta já havia sido campeã da Copa do Brasil de Cross Country, em janeiro e ainda foi 4ª colocada nos 3.000 metros com obstáculos do Troféu Brasil de Atletismo, a principal competição da modalidade no país, em setembro.

Leticia Bello foi medalha de ouro no Campeonato Brasileiro Sub-20 na prova dos 3.000 metros com obstáculos, em maio.

ABDA foi vice-campeã geral do Brasileiro Sub-18, que teve a participação de 126 equipes de todo Brasil

ABDA foi vice-campeã geral do Brasileiro Sub-18, que teve a participação de 126 equipes

Em outubro, Ryan Nunes conquistou medalha de ouro nos 400 metros com barreiras no Campeonato Brasileiro Sub-18, sendo o melhor atleta da competição. No mesmo campeonato, ABDA conquistou ouro no revezamento 4x400m misto, com os atletas Ryan Nunes, Ana Beatriz Trajano, Samuel Vinícius, Ana Cecília de Oliveira. A equipe da ABDA foi vice-campeã geral da competição, que teve a participação de 126 equipes de todo Brasil. No masculino, a ABDA levou o troféu de 3ª colocada e, no feminino, ficou na 5ª colocação.

Diogo Pereira conquistou medalha de ouro nos 100 metros nos Jogos Escolares da Juventude, em novembro. Daniel Nascimento foi 4º colocado nos 10.000 metros do Troféu Brasil de Atletismo e campeão dos 10.000 metros nos Jogos Abertos do Interior.

Diogo Pereira foi ouro nos 100 metros

Diogo Pereira foi ouro nos 100 metros nos Jogos Escolares da Juventude

No atletismo ACD, em novembro, Rodolfo Henrique foi medalha de ouro no salto em distância das Paralimpíadas Escolares. Tiago Esquerdo conquistou medalha de ouro nos 1.500 metros e prata nos 800 metros da classe T11 no atletismo ACD dos Jogos Abertos.

Além dessas conquistas, a equipe foi campeã no masculino e feminino dos Jogos Regionais, ficou em 3º lugar no masculino e 4º no feminino dos Jogos Abertos da Juventude. Nos Jogos Abertos do Interior, na classificação geral, a equipe ficou em 9º lugar no feminino e em 11º lugar no masculino, com muitas medalhas.

destacada