Profissionais puderam trocar experiências com importantes nomes da modalidade e ampliar conhecimentos

A Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA) marcou presença entre os dias 16 e 18 de agosto no 2º Congresso Paulista de Esportes Aquáticos, realizado na cidade de Jaboticabal (SP), na Academia Cardiofisico.

Sete profissionais da natação da ABDA participaram do evento: Victor Dutra, preparador físico de todas as equipes competitivas da natação; Thais Moretto, técnica das categorias mirins e pré-mirins; Cristiano Maurício (Max), técnico das categorias petiz e mirim; Yuri Horta, técnico das categorias infantil e juvenil; Juliana Trugilho, professora de base nas piscinas da Hípica e Multicobra; Maria Koch, professora de base na piscina da ADPM; e Douglas Gonçalves, Head Coach da natação da ABDA.

O encontro foi composto por técnicos de todo o Brasil. No congresso, foram discutidos desde treinamentos executados, organização de instituições, aulas de base, problemas e soluções para politica esportiva. “Foi um congresso de grande oportunidade, não somente pelos palestrantes, mas pelo fato de todos os intervalos podermos trocar e discutir ideias sobre tudo que envolve a natação com vários técnicos”, comentou Douglas Gonçalves.

“No meu segundo ano à frente desta grande equipe, pude perceber que nossos profissionais vêm evoluindo e mostrando um olhar mais critico sobre muitas coisas relacionadas ao nosso esporte. A natação é um esporte que está evoluindo em uma velocidade muito grande em nosso país, tendo em quase toda olímpiada ao menos um medalhista”, pontuou Gonçalves.

Palestrantes – Entre os palestrantes, estava Cesar Cielo, maior nadador brasileiro de todos os tempos, que falou sobre a importância de se preocupar com os objetivos e felicidade dentro do esporte, mesmo sendo competitivo ao extremo.

Dr. Ana Lucia Pinto, médica do esporte e coordenadora da pós-graduação em medicina esportiva da USP – São Paulo, falou sobre lesões no esporte por falta de monitoramento e excessos de stress psicológico, o aumento de pais que procuram anabolizantes para seus filhos atletas menores de idade e o que isso pode custar na vida destes.

Dr. Marcia Martins, psicóloga do Esporte, falou sobre importantes ferramentas com as quais a psicologia contribui para o esporte, indicando como ponto principal a confiança entre atleta e técnico.

Thiago Moreno, técnico do Esporte Clube Pinheiros, especialista em nadadores de peito e borboleta, que treina os dois atletas mais rápidos do mundo na prova dos 50m peito, mostrou o grande trabalho interdisciplinar entre técnico, preparador físico, fisioterapeuta e biomecânico. O palestrante mostrou que sem alinhamento destes profissionais dificilmente surgirão atletas a níveis mundiais.

O italiano Stefano Morini, um dos maiores técnicos de fundo do mundo, com dois medalhistas olímpicos em Rio 2016  na prova de 1500m livre, abriu sua periodização, mostrou como trabalha com os grandes nomes da natação de longa distância e reforçou sobre a diferença de gestão esportiva em seu país e no Brasil.

“É muito bom sentir-se parte de algo maior para o Brasil, não estamos na natação somente pensando em nossa entidade ou nossa cidade, mas sim pensando em evoluir a natação como um todo em nosso país”, fez questão de pontuar o técnico Douglas Gonçalves.

2º CONGRESSO PAULISTA DE ESPORTES AQUÁTICOS