Competição será no Rio de Janeiro, na piscina do Parque Aquático Julio Delamare, totalmente recuperada com atuação da ABDA

A Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA) participa entre os dias 12 e 16 de junho de mais uma edição do Brasil Open de Polo Aquático, um dos torneios mais fortes do ano da modalidade.

A competição de categoria adulta é organizada pela Liga Brasileira de Polo Aquático (PAB) e será realizada no Parque Aquático Julio Delamare, no Rio de Janeiro, em uma piscina olímpica recentemente reinaugurada após total recuperação realizada pela ABDA em parceira com a Secretaria de Esportes do Rio de Janeiro e SUDERJ para manter uma unidade do Projeto Futuro no local.

Revitalizado – Desde 2017, a ABDA atua também na cidade do Rio de Janeiro, onde por meio de um contrato de cooperação, reabriu o Parque Aquático Julio Delamare, no Complexo do Maracanã, retomando as atividades esportivas naquele local. Hoje, na ABDA Rio, são atendidas 1.000 crianças gratuitamente, o que demonstra o comprometimento da associação com a sociedade, buscando incessantemente a integração social.

Fechado desde 2013, o parque aquático passou perto de ser transformado em um estacionamento do Maracanã, em projeto da reforma para a Copa do Mundo de 2014. Com a revitalização, volta a abrigar importantes competições como o Brasil Open de polo aquático.

Em 2013, as piscinas do Parque Aquático Julio Delamare estavam abandonadas, sucateadas e sujas

Em 2013, as piscinas e dependências do Parque Aquático Julio Delamare estavam abandonadas, sucateadas e sujas

A partir de 2017, com a parceria da ABDA, o parque foi todo revitalizado e, em 2019, a piscina olímpica foi reinaugurada

A partir de 2017, com a parceria da ABDA, o parque foi todo revitalizado e, em 2019, a piscina olímpica foi reinaugurada

Ao todo, oito equipes irão em busca do título do Brasil Open: ABDA, SESI-SP, Esporte Clube Pinheiros (ECP), Club Athletico Paulistano (CAP), Clube Paineiras do Morumby (CPM), Clube de Regatas do Flamengo (CRF), Fluminense Football Club (FFC) e Botafogo de Futebol e Regatas (BFR).

Masculino – Para reforçar o time masculino da ABDA, composto por atletas em sua maioria bem jovens, dois jogadores húngaros foram convidados para fazer parte da equipe na competição. “Recebemos o reforço de um jogador de centro com 2 metros de altura e um canhoto que já participou de outros jogos pela ABDA”, conta o técnico Attila Sudar, que também é húngaro.

Sudar é ex-jogador de polo aquático, foi medalha de ouro pela Hungria nos Jogos Olímpicos de Verão de 1976 em Montreal, no Canadá, e bronze nos Jogos Olímpicos de Verão de 1980, de Moscou, na Rússia. É responsável pelo “jeito húngaro de jogar” que tem ensinado às crianças da ABDA, desde 2011.

Feminino – A equipe feminina da ABDA vai para a competição embalada pela sua mais recente conquista, o título de campeã da Copa São Paulo Adulto feminino, cujas finais foram realizadas em maio, em São Paulo (SP).

No dia da inédita conquista, o técnico Emerson Martins pontuou que a Copa São Paulo era uma competição preparatória para o Brasil Open que viria agora em junho, um novo desafio para as atletas da ABDA.

julio delamare novo